Palavras Curiosas #3

Estau 
(latim hospitalis [domus], casa de hóspedes)
1. [Antigo]  Lugar de hospedagem. = HOSTAL, HOSTAU
2. Casa de aposentadoria pública.

"estau", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/estau.

Domingos Preguiçosos | Festa do Cinema

 Esta sugestão não é bem para o domingo, mas sim para os próximos três dias em que podem ir quantas vezes quiserem ao cinema por 2,5€. Querem saber que filmes vão estar em cartaz? Vejam aqui ou no site do cinema a que pensam ir. A todos um bom bom filme 😉

Palavras Curiosas #2

Acontista 
[Antigo]  Atirador de dardos ou flechas. = FLECHEIRO

"acontista", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/acontista.

My Nails | Magnetic #3

 Mais umas unhas decoradas feitas com íman e com um verniz especial. Acho que nunca tinha feito unhas decoradas para o blog em que o o verniz magnético é castanho. Gostariam que eu fizesse um post sobre vernizes especiais e o que existe no mundo da manicure? Ideias, sugestões e dúvidas nos comentários!

Palavras Curiosas #1

Acografia
[Medicina]  Descrição dos remédios.

"acografia", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/acografia.

Errar é humano?

 Já pensaram bem nesta pergunta? E como isto pode ser uma desculpa que não é aceite apesar de ser uma verdade universal? No nosso dia-a-dia aceitamos aquelas pequenas falhas e lapsos desculpado-nos com o "errar é humano", sim senhor é verdade, mas quando isto interfere directamente na vida de outra pessoa? Como um ato médico em que o paciente fica com algum problema ou morre? Ou um grande acidente onde uma pessoa é responsável por danos enorme a tantas outras?
 Isto é um assunto muito delicado, mas se temos mesmo direito a errar porque procuramos a culpa de uma só pessoa quando tudo o que fazemos está condicionado por outros? 
 Nenhum patrão quer ser conhecido pelo acidente que aconteceu porque foi incompetente para proteger um trabalhador antes do sucedido. E adivinhem vão culpar o trabalhador que é o elo mais fraco. A própria comunicação social manipula a informação de forma a culpar alguém e omite tantos outros problemas por detrás do acidente. Errar é humano sim, mas não para todos nem para todas as situações.  
Alexandra 😘

Sim... este é o fim!

Até logo! Alexandra